Receba promoções diretamente em seu e-mail.

Dicas & Harmonazições

 Vamos falar de café?

por Paulo Tassinari

Grãos e Moídos: Guia prático pra quem quer ser autor da própria xícara.

 

A maestria da torra.

 

Na torra, a mágica acontece: ela é chave para desenvolver todo o potencial de um fruto. A cor nos ajuda a identificar as principais cartacteristicas:

 

Torra Clara: Maior acidez, aroma intermediário, corpo/oleosidade intermediário, menor amargor.

Torra Média: Acidez intermediária, maior aroma, maior corpo/oleosidade, amargor intermediário

Torra Escura: Menor acidez, menor aroma, menor corpo/oleosidade, maior amargor

Vale ter atenção às torras escuras: elas podem ressaltar notas de especiarias, por exemplo, mas o exagero pode resultar em um café queimado. Enquanto isso, torras muito claras podem destacar notas florais e frutadas, mas também podem deixar o café sem graça.

 

Hora da prática!

Para cada moagem, um modo de preparo:

Finas: Máquinas de espresso

Médias Finas: Mokas italianas

Médias: Coadores e aeropress

Grossas: French press

 

 

O que notar?

Doçura: é o sabor caramelado, de fruta madura.

Acidez: é o que te faz salivar. deve ser agradável na boca.

Corpo: é a percepção tátil de óleos ou de pós que dão o peso do café na boca. A sensação de amanteigado é melhor que a de poeira, né?

Lembrança: é o que fica depois de tomar. Deu vontade de repetir?

 

 

Café coado? Sim!

Para acertar sempre no preparo, é só seguir algumas dicas.

1- Comece escolhendo um bom café, faz toda a diferença

2- Não guarde seu café moído por muito tempo. O ideal é comprar em pequenas quantidades (250g).

3- Se puder moer em casa, melhor ainda.

4- Use sempre água filtrada ou mineral e evite deixar ferver.

5- Na hora de coar, paciência é fundamental. Despeje a água sobre o pó delicadamente. Evite usar colher para mexer.

6- Espere esfriar um pouquinho, ele fica melhor depois de descansar na xícara.

7- Experimente provar e beber seu café com menos ou sem açúcar.

 

Muito bem acompanhado!

Além de doces e pães, o café é ótimo para acompanhar marinadas, ensopados e molhos, como um tempero mesmo. Como regra geral, ele vai bem com cítricos, canela, cravo, pimenta e até alho.

 

Conhecido de longa data, o café nunca sai de moda, já reparou? Não é à toa: segundo a Organização Internacional do Café, são 150 milhões de sacas de 60kg consumidas por ano - e o Brasil é o segundo maior consumidor.

Cada café guarda uma história, e tudo fica muito mais fácil quando você entende o que está por trás de um grão. Vamos?

 

Diga-me como plantas...

Com certeza, você já ouviu falar que os grãos tipo Arábica têm um resultado melhor. Nessa família, existem os Bourbon, os Catuaí e muitos outros. Mas o resultado não depende só disso: o manejo das plantas e o cuidado na colheita são essenciais para o aroma, a doçura e a acidez do seu café.

imprimir

Vai Bem Com